Litoral 90.9 FM

Imagem

Rádio Litoral está prestes a se transformar em FM

Nosso desejo, é estar ao lado de quem precisa, ajudando a resolver problemas.

“Quando assumimos a direção da Rádio Litoral, em setembro 2017, já tínhamos noção exata dos desafios e da responsabilidade que tínhamos pela frente”, diz Alcivan Goulart, à frente de uma equipe de direção que conta ainda com Fábio Correa e Almir Rogério. O entrevistado lembra: “Quem tem acompanhado a grandiosa jornada da Litoral ao longo dos seus quase 50 anos de existência, sabe perfeitamente o que esta emissora representa para a comunidade do sul catarinense, notadamente de Imaruí e região”.

Para Alcivan Antonio Goulart, não há como falar na nova fase da Rádio Litoral prestes a migrar para o sistema de FM, na freqüência de 90.9 Mhz, sem falar no seu período inicial. A emissora nasceu da necessidade de criar em Imarui um veículo de comunicação forte. Coube ao administrador e político visionário Portinho Bittencourt, dar o pontapé inicial, colocando a emissora no ar em 26 de abril de 1968. Desde então a Litoral esteve na vanguarda da comunicação, constituindo-se em legítima porta voz da comunidade de Imaruí e região.

Por seus microfones, lembra Alcivan, passaram verdadeiras legendas da comunicação do sul catarinense, como se fosse uma escola do rádio. Em dezembro de 2005, o empresário José Luiz Tancredo assumiu o controle acionário da Litoral, imprimindo novo rítmo de desenvolvimento, responsável inclusive pela elevação da potência do seu transmissor, ampliando de modestos 1 mil wats para 9 mil wats de potência, o que permite que a emissora tenha um sinal mais forte, com abrangência entre Florianópolis e o extremo sul catarinense.

“Mais recentemente, em setembro de 2017, para dedicar-se à sua atuação como vereador em Tubarão e até mesmo com o propósito de alçar vôos mais altos na política, Tancredo transferiu ao nosso grupo, o controle da rádio. Desafiando as mesmas dificuldades econômicas que atingem outras pequenas empresas, com a parceria de nossos anunciantes e colegas da emissora, temos procurado consolidar a estrutura administrativa da rádio, trabalhando celeremente para transformá-la em FM, o que deverá ocorrer brevemente.

Nova Litoral

É assim que está nascendo a nova Rádio Litoral, constata Alcivan, “uma emissora comprometida com o seu tempo e com a expectativa de seu público ouvinte. A programação, diz ele, oferece a dimensão exata da responsabilidade que assumimos, com o apoio e dedicação incondicionais de uma equipe de profissionais cuja competência é confirmada pela qualidade da programação que hoje oferece. Alcivan Goulart reforça o desejo da emissora que dirige, de estar ao lado de quem precisa, auxiliando na solução de sua mais lídimas reivindicações, lutando pelo coletivo e praticando um jornalismo cuja base é o princípio do contraditório, onde todos podem opiniar.

Nosso desejo, assegura o entrevistado, é estar ao lado de quem precisa, ajudando a resolver problemas, lutando pelo coletivo, respeitando as diferentes tendências de pensamento, credo ou postura política. “Acreditamos que mantendo esta postura estaremos garantindo a condição de protagonistas do desenvolvimento de Imaruí e da região sul catarinense”, acentua Alcivan. O compromisso da Rádio Litoral com sua imensa legião de ouvintes, nos coloca ainda, orgulhosamente, diante da necessidade imperativa, que deve ser a proposta de qualquer meio de comunicação, de fiscalizar os poderes.

“Nosso trabalho, continua o entrevistado, faz parte do compromisso da imprensa de fiscalizar os poderes, cobrar a correta aplicação de recursos públicos e investigar, para jogar luz, por exemplo, sobre um dos grandes males do Brasil na atualidade: a corrupção. A missão de um veículo de comunicação como a Rádio Litoral, é feita de contar histórias, as mais variadas, as mais simples, as tristes e as alegres. Muitas delas emocionando não só o público, mas também nossos profissionais. Também é nossa responsabilidade ressaltar os bons exemplos, erguer as bandeiras necessárias, participar com a sociedade da construção de um futuro próspero e justo para os catarinenses.

Matéria: Jornalista Danilo Gomes.

Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!